Ligação em inglês: como se preparar para o mercado de trabalho?

Em um mundo globalizado como o que vivemos, muitos profissionais ocupam cargos que exigem a comunicação com pessoas de outros países. Na grande maioria das vezes, a língua inglesa é a escolhida para esses contatos. Portanto, fazer uma ligação em inglês pode fazer parte da rotina.

Falar com fornecedores para resolver questões necessárias, conversar com colegas que trabalham na filial de outros locais, negociar com clientes estrangeiros ou marcar reuniões de negócios estão entre as situações que costumam demandar uma boa desenvoltura para falar ao telefone em outro idioma.

Será que você está totalmente preparado para isso? Que tal acompanhar algumas dicas para melhorar ainda mais? Acompanhe o post e aproveite!

Como Aprender Inglês Definitivamente

Como fazer uma ligação em inglês?

Participar de uma chamada telefônica em inglês é uma tarefa que deixa muita gente aflita. Mesmo quem já tem um bom nível de conhecimento da língua pode se sentir apreensivo, pois há fatores como o imprevisto e o medo de não entender bem o que o outro fala ou não saber reagir — o que é mais difícil de acontecer quando estamos lendo um texto ou assistindo a um filme, por exemplo.

Ter que manter um diálogo em um idioma que não é tão habitual pode parecer assustador, mas a verdade é que requer apenas uma boa dose de preparação. A prática é o que vai favorecer a sua evolução, e foi pensando nisso que separamos as dicas a seguir.

Como se preparar para conversas telefônicas em inglês?

Partindo para a parte prática, reunimos algumas sugestões que devem facilitar a missão de ter que falar inglês em ligações telefônicas. Confira cada uma delas!

Saiba iniciar a conversa

A primeira dica é para evitar que você fique perdido logo no início da ligação. Se estiver ligando ou recebendo a chamada, é preciso saber começar a conversa. Logo, sua preocupação inicial deve ser conseguir se apresentar e cumprimentar a pessoa que está do outro lado da linha.

Para isso, vale usar expressões como “hello” ou “hi” para fazer a sua saudação. Se quiser, você pode ainda usar complementos como “good morning“, “good afternoon” ou “good night” — dependendo, é claro, do momento do dia que o outro está (tente considerar o fuso horário).

Então, diga o seu nome (por exemplo:”my name is Sara”) e parta para o seu objetivo. Uma boa ideia é pedir para falar com quem você está interessado usando a seguinte sugestão: “May I speak to (nome da pessoa)?”. Se estiver recebendo a ligação e não souber do que se trata, vale fazer a pergunta inversa para descobrir quem está chamando: “May I ask who is calling, please?”.

A partir daí, tenha em mente qual será o assunto a ser tratado. Vale pesquisar com antecedência o vocabulário necessário para desenrolar a conversa e dizer o que você precisa.

Conheça os principais termos utilizados em ligações

Para não ficar intimidado, um truque é estudar as palavras mais comuns em ligações. Tentar prever alguns cenários é uma forma de diminuir as suas chances de erro. É claro que nem tudo pode ser previsto, já que não sabemos exatamente o que a outra parte vai falar.

Ainda assim, as palavras básicas ajudam na construção de qualquer diálogo. Alguns exemplos são:

  • Hello! How can I help you?” / Olá! Como posso te ajudar?;
  • One moment, please. I’ll transfer you now” / Um momento, por favor. Vou transferi-lo agora;
  • I´m putting you through“/ Estou passando a ligação;
  • Would you like to leave a message?” / Você gostaria de deixar um recado?;
  • I can call again later” / Eu posso ligar novamente mais tarde;
  • I´m sorry. I didn´t get that” / Desculpe-me. Eu não entendi;
  • You´ve got the wrong number” / Você ligou para o número errado;
  • Could you ask him to call me back, please?” / Você pode pedir para ele me retornar, por favor?.

Um detalhe importante nesse sentido é a escolha da linguagem, inclusive pensando nas diferenças culturais. Quando já existe certa intimidade, não há problema em usar termos mais informais. Caso contrário, seja educado e opte pelas expressões coloquiais.

Faça anotações do que foi conversado

Outra dica que pode ajudar bastante é fazer anotações durante a conversa, principalmente se você ainda não está muito acostumado a fazer ligações em inglês. Dessa forma, vai garantir que o assunto não seja perdido enquanto se esforça para falar o idioma, já que é normal haver algumas confusões.

Faça um breve resumo do que foi conversado, dos pedidos realizados ou do que foi combinado. Se tiver dúvidas, anote e pesquise depois para esclarecer qualquer mal-entendido.

Pergunte quando não entender

Essa é uma recomendação especial para quem é tímido ou tem vergonha de falar inglês em público e com outras pessoas: não deixe de fazer perguntas quando não entender o que está acontecendo. É muito pior colocar em risco a sua postura ou opinião do que assumir a dificuldade de compreender alguma parte da conversa.

Mesmo pessoas que têm um bom domínio da língua inglesa podem passar por essa situação, até porque existem diferentes sotaques e isso normalmente causa pequenas confusões.

Entenda que não há problema algum nisso e não perca a chance de perguntar o que achar necessário no momento. Você pode usar a frase “could you repeat, please?” para que a pessoa repita o que disse anteriormente e você tenha uma nova oportunidade de entender. Ou então seja direto e diga “sorry, I didn’t understand what you said“.

webinar

Qual importância de praticar o inglês constantemente?

Por fim, a melhor dica para você progredir no nível do inglês é a prática constante. Não só para fazer ligações, mas para sentir mais confiança e usar esse conhecimento para a vida — seja em uma viagem, seja para se destacar no mercado de trabalho ou em qualquer outra circunstância.

O ideal é fazer com que o idioma faça parte do seu dia a dia de forma natural. Diante disso, vale investir em um bom curso de inglês, além de manter o contato com músicas, filmes, livros, séries etc.

O que você achou das nossas dicas para fazer ligação em inglês? Se ainda não se sente muito preparado para lidar com esse tipo de situação, não perca tempo e comece a treinar o quanto antes.

Mas, se você tem pressa para desenvolver importantes habilidades profissionais em business english como essa, confira mais sobre nosso primeiro curso semipresencial de Professional Skills !

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.