Escola bilíngue ou curso de inglês? Entenda a diferença

Vivemos em um mundo cultural e economicamente globalizado, no qual contar apenas com qualificações profissionais e acadêmicas não é o suficiente. Para ter destaque no mercado de trabalho, é preciso saber falar, pelo menos, uma segunda língua. Nessa realidade, é necessário buscar a melhor opção de estudo para que os seus filhos possam desenvolver essa habilidade o quanto antes. Porém, qual alternativa é a melhor: o curso de idiomas ou a escola bilíngue?

É preciso considerar as opções com cuidado, pois, apesar de essa habilidade ser fundamental para o futuro profissional e acadêmico da criança — além de ser muito útil para que possa desfrutar plenamente de viagens ao exterior e intercâmbios —, será necessário realizar um investimento por anos nessa parte da educação.

Pensando nisso, e para ajudá-lo a fazer a melhor opção com base no seu orçamento e nas necessidades futuras dos seus filhos, neste post, vamos mostrar por que é importante aprender inglês como segunda língua, quais são as diferenças entre o curso de idiomas e o ensino bilíngue, e qual dessas alternativas é a melhor opção de aprendizado. Continue a leitura e acompanhe!

Qual é a importância de aprender o inglês como segunda língua?

No mundo, cerca de 1,5 bilhão de pessoas falam inglês — o equivalente a 20% da população total. Porém, apenas 360 milhões desses falantes são nativos, espalhados por 53 países que consideram o idioma como oficial.

Apesar desses números expressivos, no Brasil, apenas 5% da população sabe falar inglês — e desses, apenas 1% tem fluência no idioma. Por ser uma habilidade com alta demanda e pouca oferta de profissionais capacitados, o salário de quem tem proficiência na língua chega a ser até 61% maior, de acordo com uma pesquisa da Catho.

Com esses dados, podemos ver que saber se comunicar em inglês é uma habilidade essencial. Afinal, o idioma se tornou universal, já que grande parte dos países reconheceram a sua importância para o cenário político e econômico. Ou seja, há uma série de benefícios em ser bilíngue.

Mesmo que não haja uma idade limite para aprender uma nova língua, uma pesquisa do MIT (Massachusetts Intitute of Technology, famoso centro de pesquisa dos Estados Unidos) indica que a melhor idade para começar a estudar um idioma — e adquirir o conhecimento gramatical de um nativo — é por volta dos 10 anos.

Por isso, para garantir essa facilidade ao seu filho, é preciso conhecer bem as opções de aprendizado para escolher a melhor alternativa. A seguir, saiba mais sobre cada uma delas.

Quais são os prós e os contras de estudar inglês em uma escola bilíngue?

O ensino bilíngue representa um mercado em constante expansão: de 2014 para cá, houve um crescimento de 10% dessa vertente, que conta com 71 unidades apenas em São Paulo. Nessas escolas, o inglês e o português são ensinados em paralelo, junto das disciplinas previstas na Base Nacional Comum Curricular.

Para ser bilíngue, a instituição de ensino deve promover aos alunos a vivência da língua estrangeira de forma intensa. Para isso, é preciso desenvolver um programa variado, com atividades diversificadas e que trabalhem a interdisciplinaridade. Afinal, quanto mais estímulos na língua estrangeira o aluno receber, maior será o seu domínio e desempenho.

Além disso, é preciso avaliar constantemente o programa de ensino e os professores, para garantir que o estudante mostre o crescimento esperado. Isso demonstra que a escola está comprometida com a qualidade da educação e se importa com os resultados obtidos.

Apesar dos benefícios, as escolas bilíngues também apresentam algumas desvantagens. Primeiramente, é difícil encontrar profissionais capacitados de forma satisfatória para o ensino das disciplinas na língua inglesa. Além disso, o próprio aprendizado dessas matérias em inglês causa uma pressão extra no estudante — imagine ter que aprender matemática em um idioma que você ainda não domina completamente, por exemplo.

Por fim, há a questão do custo: a mensalidade de uma escola bilíngue varia entre R$3.000 e R$5.000, o que já é uma barreira para o aprendizado.

Quais são as vantagens e desvantagens de aprender inglês em uma escola de idiomas?

Uma das principais vantagens da escola de idiomas é a abordagem do ensino dividida em objetivos e níveis de conhecimento, com cursos planejados para crianças, jovens e adultos, além de opções para negócios, com foco em conversações ou voltados para as certificações de proficiência.

Outros fatores que contam pontos para essa alternativa são a expertise dos profissionais, as abordagens desenvolvidas e testadas por especialistas e as turmas pequenas, garantindo um ensino individualizado.

Além disso, os materiais didáticos costumam ser desenvolvidos especialmente para aquela escola, garantindo a sua qualidade e o domínio ainda maior dos profissionais da educação. Por fim, os custos de matrícula e mensalidade são bem mais em conta do que as escolas bilíngues, o que diminui a taxa de desistência por conta de questões financeiras.

Dentre os pontos negativos, a maior desvantagem é a carga horária reduzida para o aprendizado do idioma. Além disso, as atividades extracurriculares são limitadas. Porém, há escolas de idiomas que investem pesado em projetos que incentivem a imersão cultural de seus estudantes, por meio de músicas, filmes e teatro, por exemplo.

Qual é a melhor opção de aprendizado?

Como vimos, há várias opções de ensino de idiomas no mercado. Para escolher entre o curso de idioma ou a escola bilíngue, é preciso procurar pelo modelo que mais se alinhe ao seu perfil e aos objetivos que você já tenha traçado para os seus filhos.

Considerando as informações dispostas neste texto, podemos concluir que o curso de idiomas é a melhor opção, pois você poderá contar com uma instituição que preze tanto pelo aprendizado quanto pelo aprofundamento cultural do estudante, com um corpo docente qualificado e ótimos materiais didáticos, desenvolvidos sob medida.

Para ter sucesso no mundo globalizado, é fundamental saber um segundo idioma. Essa habilidade será muito importante para que o indivíduo se destaque no âmbito profissional e acadêmico, além de ser útil para viagens ao exterior e intercâmbios. Por isso, garanta que seus filhos comecem o aprendizado do inglês o quanto antes, para que tenham sempre as melhores oportunidades!

Agora que você já sabe por que os cursos de idiomas oferecem mais vantagens do que as escolas bilíngues, aproveite para acompanhar a série Talk British to Me no YouTube e aprenda ainda mais! 

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *