Intercâmbio em família: quais os benefícios e como funciona?

Se antigamente o intercâmbio era visto como algo para os jovens, hoje existem programas focados para adultos e até para a terceira idade. Nesse contexto, o intercâmbio em família é a tendência do momento.

É uma chance de viajar com a família inteira, em uma mistura de estudo e férias que promete ensinar muito mais do que um novo idioma para todos.

Conheça melhor essa opção e saiba como funciona, quais as vantagens e como se planejar. Confira!

O que é o intercâmbio em família?

Como o próprio nome sugere, ele é destinado às famílias que desejam viajar juntas e aprender um novo idioma. A ideia é unir estudos, diversão e convivência familiar em um mesmo pacote. Os pais podem viajar acompanhados dos filhos a partir dos 6 anos de idade.

Uma grande oportunidade para conhecer uma nova cultura, aprender ou aprimorar o inglês e viver experiências incríveis. Além disso, o apoio familiar facilita a adaptação, reduz a saudade de casa e cria oportunidades de aprendizado.

O intercâmbio em família possibilita pais e mães que não tiveram essa chance quando mais novos a se lançarem em uma experiência fora de casa sem deixar a família para trás. E ainda abre a oportunidade para que os filhos aprendam também, com o apoio e a participação dos pais.

Como Aprender Inglês Definitivamente

Como funciona?

Em geral, as viagens são adaptadas ao grupo, com os pais estudando em salas para adultos e as crianças separadas em turmas pela faixa etária, podendo ser na mesma instituição ou não. Há ainda a opção em que os adultos fazem algum curso de aprimoramento ou especialização profissional enquanto os filhos aprendem o idioma.

A duração do intercâmbio também é adequada aos objetivos da família, sendo de, pelo menos, duas semanas. Em geral, as aulas ocupam apenas metade do dia e a maioria das agências busca colocar a família toda estudando no mesmo período para que as horas de lazer sejam aproveitadas em conjunto.

Para aprender inglês, alguns dos destinos possíveis são Canadá, Estados Unidos, Austrália, Inglaterra e Irlanda. Os custos variam muito de acordo com o destino, quantos familiares e quantidade de aulas.

Como ajuda a incentivar a língua inglesa na família?

O intercâmbio em família oferece uma série de vantagens e sem dúvida a maior delas é a chance de aliar férias e aprendizado. A parte mais difícil de viajar para um tempo fora é deixar alguém para trás, logo, ao levar as pessoas mais importantes com você tudo fica mais fácil, não é mesmo?

Além disso, a viagem coloca todos na mesma página, com interesses e experiências comuns, o que ajuda a fortalecer a presença da língua no cotidiano familiar. Por exemplo, por meio de músicas e artistas que todos passam a conhecer e admirar, desenhos infantis, programas de TV, filmes etc.

Embora a imersão não seja total, já que há a possibilidade de falar português em casa, a troca de experiências pode ampliar ainda mais o vocabulário adquirido. Certamente seu filho adolescente vai aprender gírias e expressões que os adultos não teriam acesso.

Outro grande benefício é o tempo em família, já que fora das salas de aula a tendência é que todos compartilhem as mesmas atividades. Longe de casa até ir ao supermercado pode ser uma experiência enriquecedora para todos.

Por fim, a evolução em conjunto também deve ser levada em conta. Todo mundo volta diferente de uma viagem como essa, com horizontes ampliados e uma nova visão da vida. A vantagem do intercâmbio em família é que todos passam por essa experiência juntos, evitando conflitos e necessidade de readaptação no retorno.

webinar

Como planejar um intercâmbio em família?

A essa altura você já se convenceu e está louco para fazer as malas da família, não é mesmo? Mas afinal, como planejar uma viagem desse porte?

Pesquise as empresas

O primeiro passo é escolher o destino, mas para isso o melhor é contar com o apoio de uma empresa. Além de levar em conta a vontade da família é importante ter acesso aos pacotes, saber qual país oferece as melhores oportunidades de acordo com os objetivos e idades dos familiares.

Uma empresa poderá montar um pacote exclusivo e passar dicas úteis para a viagem, indicando o caminho das pedras. Pesquise as opções, busque depoimentos e avaliações nas redes sociais e compare não só os preços, como os serviços e a qualidade oferecida.

Defina a duração da viagem

Outro ponto muito importante é o tempo de intercâmbio. Muitas famílias optam pelo período de férias escolares, podendo ficar de duas semanas a dois meses fora, a depender da época do ano, sem atrapalhar o ano letivo.

No entanto, quando há disponibilidade da família toda, o período pode ser estendido, tornando a experiência ainda mais rica. É o que acontece quando um dos pais vai fazer um MBA, por exemplo, enquanto o restante da família aprende inglês.

Escolha o tipo de hospedagem

Definidos o local e a duração da viagem, é hora de escolher onde ficarão hospedados. Aliás, essa é outra vantagem do intercâmbio em família, já que vocês podem se hospedar com mais privacidade.

As opções incluem desde residências estudantis a hotéis. A família também pode alugar um apartamento onde possa preparar as refeições, além de economizar a experiência de como viver em outro país será ainda mais completa e próxima da realidade.

Tome as providências

Após fazer todas essas escolhas, chegou a hora de correr com os trâmites burocráticos, como visto, passagens, matrículas etc. Entre outras coisas, você deve precisar providenciar: passaporte, visto, vacinas, carta de aceitação da escola, imigração e seguro-saúde.

O intercâmbio em família promete ser uma experiência incrível para todos, do fortalecimento do vínculo familiar ao aprendizado do idioma e ganho de cultura. Além disso, como a ideia é mesclar e estudo e atividades em família, a viagem também vale como férias inesquecíveis.

Se você curtiu essa ideia, compartilhe este texto nas suas redes sociais! Quem sabe você e seus amigos não organizam um grupo com mais famílias para viver essa aventura juntos!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.